BASE NACIONAL COMUM: MAIS INFORMAÇÕES

← Máquinas de preparação para teste

Base nacional comum: mais informações

Publicado em 26/05/2015 por Luiz Carlos de Freitas no blog do Freitas

Reportagem do Estadão procura dar mais informações sobre o processo de elaboração da base nacional comum. Ficamos sabendo que uma prévia da base nacional estará disponível em julho para discussão até 2016. O Conselho Nacional de Educação também será envolvido. A reportagem confirma que já estão envolvidas 116 pessoas em sua elaboração, como anunciamos.

Na mesma reportagem, há uma frase minha retirada da entrevista que concedi ao repórter do Estadão. Reproduzo abaixo a entrevista completa dada ao Estadão.

Estadão: Quais são os principais riscos de uma base nacional comum para o Brasil (o senhor que acredita que pode servir apenas para legitimar avaliações em larga escala, causar reducionismo educacional, etc)? E quais as principais vantagens?

LCF: Penso que a questão da Base Nacional Comum – BNC – não está na sua negação. Creio que é uma questão de concepção, fundamentalmente. Uma BNC é uma referência nacional daquilo que uma nação entende que deva ser a formação fundamental de seus jovens, em forma mais elevada possível. Não dá para pedir pouco. A questão fica fora dos trilhos quando se volta a BNC para avaliação de larga escala e responsabilização verticalizada das escolas e gestores. Essa é a questão. Mas, é preciso agregar que: antes de se construir uma BNC é fundamental que nos coloquemos de acordo, como nação, sobre o que entendemos que deva ser uma boa educação para nossa juventude. Só depois disso é que podemos discutir o que fazer. Boa educação não pode ser entendida como notas mais altas em duas ou três disciplinas. Read more →

27
May 2015
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS No Comments

MÁQUINAS DE PREPARAÇÃO PARA TESTE

Máquinas de preparação para teste

Publicado em 25/05/2015 por Luiz Carlos de Freitas no blog do Freitas

Há muito que se alerta para o fato de que os exames criam uma tradição de estudos que estreita o currículo. Isso se deve, entre outras coisas, à concepção de que notas altas são sinônimo de boa educação. Falso, obviamente. Mas faz com que se estude apenas aquilo que cai nas provas. Ao se transformar o ENEM em exame de ingresso, ele foi corrompido como instrumento de diagnóstico do ensino médio.

A outra consequência é a preparação para os testes ao invés de efetivo estudo e formação.

O Estado de SP acaba de oficializar a preparação para o teste como boa educação. Read more →

25
May 2015
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS No Comments

ESCOLAS EM “CONTÊINERES”

Esta não é a escola que nossas crianças merecem frequentar. Nem de forma “paliativa”. Até quando?

Escola monta salas de aulas em ‘contêineres’ para atender demanda

No país, estrutura é inédita para abrigar unidades de ensino, diz secretaria. Foi preciso fazer rodízio entre turmas, pois alunos ‘disputam’ espaço em GO.

Paula Resende Do G1 GO 19/05/2015

Professores e estudantes aprovam as aulas em salas modulares (Foto: Paula Resende/ G1)

Estudantes vivenciam uma nova experiência no conceito estrutural de escola em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia. Em busca de uma medida rápida para atender à demanda na rede municipal de Educação, aulas passaram a ser ministradas em uma espécie de contêiner, uma estrutura metálica composta por painéis isotérmicos móveis, inédita no país no uso para escolas.

Inspirada em projetos alemães, cada uma das 30 salas instaladas tem um custo de quase R$ 14,3 mil por ano. Já a construção de uma sala de alvenaria do mesmo tamanho (6,5m x 7,5m), gastaria cerca de R$ 44 mil, mas para ser usada por muitos anos. Read more →

21
May 2015
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS No Comments

CARTA ABERTA AO MINISTRO DA EDUCAÇÃO SOBRE O DOCUMENTO PÁTRIA EDUCADORA

CARTA ABERTA – I

No seminário realizado hoje na UNICAMP, disponibilizei uma Carta Aberta ao Excelentíssimo Sr. Ministro da Educação. O objetivo, além de subsidiar o seminário, foi colocar elementos para ajudar as reflexões que estão sendo feitas nas várias entidades científicas e sindicais pelo país afora.

Um grupo de profissionais ali reunido, propôs que a Carta pudesse ser transformada em uma manifestação mais coletiva, podendo ser assinada por aqueles que concordassem com o seu teor. Concordei e estou disponibilizando-a na forma de uma petição pública ao Sr. Ministro da Educação, no link abaixo.

Assine aqui a Carta Aberta.

20
May 2015
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS No Comments

VI ENFORSUP NA UNB

Secom UnB, 13/05/1015

 

 

EDUCAÇÃO – 13/05/2015

Comentários

Gabriela Studart/UnB Agência

UnB é protagonista em encontros sobre a formação de professores

Capital recebe por três dias as atividades do Enforsup e do Interfor Hugo Costa – Da Secretaria de Comunicação da UnB

 

Refletir sobre o cenário, os desafios e as missões da carreira docente é alvo do VI Encontro Inter-Regional Norte, Nordeste e Centro-Oeste sobre Formação Docente para Educação Superior e Básica (Enforsup) e da edição inaugural do Encontro Internacional sobre a Formação Docente para a Educação Básica e Superior (Interfor). Integrados, os dois eventos foram iniciados na manhã desta quarta-feira (13), na Fiocruz, com apoio da Universidade de Brasília.

“Precisamos saber urgentemente como atrair e desenvolver uma geração forte de professores”, alertou o especialista em educação espanhol Miguel Ángel Zabalza, convidado para a conferência de abertura dos eventos. Segundo ele, a profissão de docente se distingue de outras carreiras tradicionais por “não ser apenas um ofício, mas uma missão social”. Read more →

18
May 2015
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS 2 Comments

PÁTRIA EDUCADORA: CNTE CRITICA

Pátria Educadora: CNTE critica

Publicado em 13/05/2015 por Luiz Carlos de Freitas , no blog do Freitas

Hoje a Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação esteve com o Ministro da Educação. Contrariamente à reunião das entidades científicas com ele, a CNTE colocou a necessidade de que se alinhe o Pátria Educadora às Conferencias Nacionais de Educação.

“Outro tema do encontro foi o documento Pátria Educadora, elaborado pela Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE) e que pretende lançar as bases do Governo Federal sobre as políticas de reformulação da educação básica no País. Para a CNTE, deve-se ampliar o debate coma sociedade, em sintonia com as resoluções das conferências nacionais de educação e respeitando o calendário do PNE.”

No dia 6 de maio, a CNTE divulgou nota pública criticando o documento da SAE “Pátria Educadora”. O documento está praticamente “escondido” no site da CNTE para a magnitude da questão, onde pode ser lido na íntegra. Os principais trechos que destacamos são: Read more →

14
May 2015
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS No Comments

VI ENFORSUP 2015

VI ENFORSUP 2015 e o debate a “Expansão da universidade pública para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste”

 

 

 


 A Associação do Docentes da UnB ( ADUnB) está apoiando o evento  Enforsup e na oportunidade realizará um debate com o tema: ‘A Expansão da universidade pública para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e os novos docentes: conquistas e desafios, no dia 13/05, às 18h30, no auditório da Fiocruz, com a participação de docentes da UnB, UFMT, UFBA, UFMA e UFRN.

 O VI Encontro Inter-regional Norte, Nordeste e Centro-Oeste sobre Formação Docente para a Educação Básica e Superior (Enforsup) e  o I Encontro Internacional sobre a Formação Docente para a Educação Básica e Superior ( Interfor): “Formação, Currículo e Avaliação: Territórios referenciais para a profissão docente” serão realizados  na sede da Fiocruz, entre os dias 13 a 17 de maio, de 08h às 18h30. Os eventos darão continuidade aos debates iniciados em 2008, ano em que foi instituído pela Rede Inter-regional Norte, Nordeste e Centro-Oeste sobre Docência na Educação Básica e Superior, recebendo plena aceitação pelos participantes de diferentes instituições de ensino superior das regiões envolvidas.

Os encontros tornarão possível o intercâmbio de ideias, conhecimentos, indagações, questionamentos, experiências, favorecendo a produção de respostas e alternativas inovadoras para antigos e crônicos problemas da docência na educação básica e superior. Assim, o VI ENFORSUP e o I INTERFOR abrem-se para uma discussão em torno da temática proposta, considerando o contexto das instituições educativas, lócus da formação de professores.

       

 

 

 

 

12
May 2015
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS No Comments

POLÍTICAS DE RECUPERAÇÃO DE ALUNO EM ANÁLISE

Políticas de recuperação de aluno em análise

Publicado em 08/05/2015 por Luiz Carlos de Freitas no blog do Freitas

 

Em tempos de propostas que enfatizam “sequências de capacitação” com finalidade de “recuperar” os que estão fora da “sequência padrão”, como o caso do documento da SAE, sempre é bom dar uma olhada na experiência acumulada.

Élio de Assis, defendeu sua Tese de Doutorado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo sobre “Políticas públicas referentes à recuperação de aprendizagem implantadas na rede estadual de ensino de São Paulo”, sob orientação do Prof. Antonio Carlos Caruso Ronca.

O estudo é importante porque é feito em uma rede familiarizada com os princípios que o documento da SAE quer ampliar, agora, para o país: avaliação, meritocracia, controle do professor  etc. Read more →

COORDENAÇÃO DE INTEGRAÇÃO DAS LICENCIATURAS DA UNB

UnB Agência

GRADUAÇÃO – 15/10/2014

UnB inaugura sede para Coordenação de Integração das Licenciaturas

Unidade do Decanato de Graduação está instalada no ICC

Hugo Costa – Da Secretaria de Comunicação da UnB

Júlia Seabra/UnB Agência

Um conjunto de salas e auditório no Instituto Central de Ciências passa a abrigar as atividades da Coordenação de Integração das Licenciaturas (CIL/DEG) a partir desta quarta-feira (15), Dia do Professor. O espaço atende demanda para organizar de maneira mais adequada a unidade, designada a integrar cursos e orientar ações e projetos para a formação de docentes.

“Este é um espaço maravilhoso para o que precisamos fazer”, disse o decano de Ensino de Graduação, Mauro Rabelo, na cerimônia de inauguração da sede da CIL. Criada em 2008, a coordenação tem entre suas missões a busca por diagnósticos das licenciaturas e a administração de editais para programas de formação de docentes como o Prodocência e o Pibid, ambos financiados pela Capes. Read more →

07
May 2015
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS No Comments

CICLO DE DEBATES SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

UnB Agência

ENSINO – 06/05/2015

DEG promove ciclo de debates sobre formação de professores

Decanato de Ensino de Graduação, por meio da Coordenação de Integração das Licenciaturas, convida coordenadores de Licenciaturas e interessados para atividade nesta sexta-feira (8), às 8h30

– Da Secretaria de Comunicação da UnB

Dando continuidade às iniciativas de fortalecimento institucional das ações desenvolvidas pelo Decanato de Ensino de Graduação, por meio da Coordenação de Integração das Licenciaturas (CIL/DEG/UnB), será realizado mais um evento do Ciclo de Debates 1.º/2015 do Fórum Permanente de Formação Inicial e Continuada de Professores.

O debate ocorrerá na sexta-feira (8), das 8h30 às 11h45, no auditório Verde do Instituto de Química. Foram convidados todos os coordenadores de Licenciatura, porém o evento é aberto a todos os interessados.

Durante o encontro, será abordada a questão do Ensino Médio no Brasil, mais especificamente o Projeto de Lei n.º 6.840/2013, em tramitação na Câmara dos Deputados. Read more →