“HORA DO ENEM”: PARTE DA SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS DO ENSINO MÉDIO?

“HORA DO ENEM”: parte da solução para os problemas do ensino médio?

Benigna Maria de Freitas Villas Boas

No início de abril deste ano o MEC anunciou a criação de quatro simulados nacionais do ENEM. É uma iniciativa adequada?

Inicialmente, cabe apontar um benefício: poderá ser um recurso complementar aos estudos. Haverá aulas diárias nos canais públicos, comunitários e universitários na televisão em todo o país. Ao lançar o programa, o ministro Mercadante assim dirigiu-se aos estudantes: “Estudem, estudem. E quando estiverem cansados estudem mais um pouco, que não faltam condições”. Será? Quero acreditar que isso vai ocorrer e alcançará todos os estudantes interessados. Read more →

27
Apr 2016
AUTHOR Villas Boas
CATEGORY

ENEM

COMMENTS No Comments

ESPANHA REAGE À MANIA DOS TESTES

Espanha reage à mania dos testes

Publicado em 25/04/2016 por Luiz Carlos de Freitas no blog do Freitas

Em uma reação surpreendente, professores, pais e autoridades inseriram-se na luta contra os testes e ranqueamentos no primeiro ciclo da educação básica espanhola (estudantes de 12 anos). É o que nos informa Antonio José Lopes, em mensagem ao blog que alerta para estes fatos. Read more →

EDUCAR EM REVISTA – PRÁXIS DA AVALIAÇÃO

 

Sumário
Educ. rev.  no.spe1 Curitiba  2015

 Editorial
·  Editorial
Machado Júnior, Cláudio de Sá; Bencostta, Marcus Levy

        · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
·  Apresentação
Fernandes, Claudia de Oliveira; Haracemiv, Sonia Maria Chaves

        · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
 Artigo Original ·  Uma breve análise das políticas de avaliação e sua relação com a organização escolar por ciclos: resultados de pesquisa
Fernandes, Claudia de Oliveira

        · resumo em Português | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
·  Provinha Brasil e avaliação formativa: um diálogo possível?
Villas Boas, Benigna Maria de Freitas; Dias, Elisângela Teixeira Gomes

        · resumo em Português | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
·  Avaliação institucional na escola pública: os (des)caminhos de uma política educacional
Brandalise, Mary Ângela Teixeira

        · resumo em Português | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
·  A redução da escola: a avaliação externa e o aprisionamento curricular
Esteban, Maria Teresa; Fetzner, Andréa Rosana

        · resumo em Português | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
·  Os conflitos na relação avaliação e qualidade da educação
Cappelletti, Isabel Franchi

        · resumo em Português | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
·  Práticas de avaliação de dois professores universitários: pesquisa utilizando observações e narrativas de atividades das aulas
Fernandes, Domingos

        · resumo em Português | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
·  Avaliação do desempenho docente: conflitos, incertezas e busca de sentido(s)
Silva, Ana Maria Costa e; Herdeiro, Rosalinda

        · resumo em Português | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
·  Avaliação do curso de formação de professores no contexto da Educação a Distância
Branco, Veronica; Haracemiv, Sonia Maria Chaves

        · resumo em Português | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
 Resenha ·  Resenha
Martins, Clícia Bührer; Goes, Graciete Tozetto

        · texto em Português     · Português ( pdf epdf )
Foto de Educar em Revista.

PE: DISSERTAÇÃO ANALISA POLÍTICA DE REFORMADORES

PE: Dissertação analisa política dos reformadores

Publicado em 05/04/2016 por Luiz Carlos de Freitas , no blog do Freitas

Nesta semana, defendeu sua dissertação de mestrado Maria Lucivânia Souza dos Santos com o título “Políticas de avaliação educacional no Estado de Pernambuco: contra números há argumentos!”, orientada por Katharine Ninive Pinto Silva do Centro Acadêmico do Agreste em Caruaru (PE) da Universidade Federal de Pernambuco.

A experiência dos reformadores empresariais da educação em Pernambuco vem deste o governo de Eduardo Campos e, com quase 10 anos de duração, constitui-se em uma reforma que precisa ser estudada. A pesquisa apresenta elementos importantes que desmistificam os impactos frequentemente alardeados pela imprensa e pelos consultores que trabalharam com a Secretaria de Educação de Pernambuco. A experiência está sendo copiada pelo Estado de São Paulo e por outros estados do Nordeste.

O estudo, logo que receber sua versão final, fica disponível para o público nos próximos meses.

i

06
Apr 2016
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS No Comments

O ENGANO FATAL DA AVALIAÇÃO EDUCACIONAL

O ENGANO FATAL DA AVALIAÇÃO EDUCACIONAL

Benigna Maria de Freitas Villas Boas

Publicado no blog do GEPA em 05/04/2016

Um artigo da revista on line Education Week, de 23 de março de 2016, de autoria de W. James Popham, trata do engano fatal da avaliação educacional. Popham é professor emérito da Faculdade de Educação da Universidade da California, em Los Angeles, e foi presidente da Associação Americana de Pesquisas Educacionais. É autor de livros e artigos sobre avaliação.

Farei uma tradução livre do artigo. Read more →

05
Apr 2016
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS 3 Comments

EMPRESAS TROCAM RANKING DE NOTAS POR AVALIAÇÃO CONTÍNUA DE FUNCIONÁRIOS

EMPRESAS TROCAM RANKING DE NOTAS POR AVALIAÇÃO CONTÍNUA DE FUNCIONÁRIOS

Benigna Maria de Freitas Villas Boas

Reportagem da Folha de São Paulo de 03/04/2016 afirma que “as empresas têm substituído as avaliações esporádicas de desempenho dos funcionários, em geral uma ou duas vezes ao ano, por um processo de feedback mais contínuo”. Acrescenta: “a ideia é que a análise não seja só uma burocracia no trabalho e, sim, possa ser usada como ferramenta pelas companhias para alinhar e rever metas e ajudar no desenvolvimento profissional”. Especialistas no assunto consideram que o feedback ajuda a motivar e reter o funcionário. Read more →