ANSIEDADE ATRELADA À ESCOLA É OBSTÁCULO PARA ALUNOS BRASILEIROS

20170505_123212

Ansiedade atrelada à escola é obstáculo para alunos brasileiros

Jornal da Ciência, 20 de abril de 2017

Os dados referentes ao Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA) de 2015, divulgados nesta semana, trazem como foco o bem-estar dos estudantes, isto é, se eles se sentem felizes na escola e se possuem relações positivas com seus pares

Existe uma relação direta entre a performance acadêmica dos alunos, a qualidade de seus relacionamentos e a satisfação com suas vidas? Tentando responder essa pergunta a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou novos dados referentes ao Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA), de 2015, avaliação conhecida internacionalmente por aferir a qualidade e equidade dos sistemas escolares a partir da proficiência dos alunos em ciência, leitura e matemática.

Desta vez, no entanto, os resultados apresentados trazem como foco o bem-estar dos estudantes, isto é, se eles se sentem felizes na escola e possuem relações positivas com seus pares. Batizado de Students’ Well-Being: PISA Results 2015, o relatório compilou respostas de cerca de 540 mil jovens de 15 anos de idade de 72 países. Read more →

Notório saber: afinal, quem é o profissional da educação?

20170226_094948 (3)

NOTÓRIO SABER: afinal, quem é o profissional da educação?

Dra. Sílvia Lúcia Soares

 

António Nóvoa, reitor honorário da Universidade de Lisboa e candidato às últimas eleições presidenciais de Portugal, ao analisar a Reforma Curricular do Ensino Médio no Brasil e a adoção do notório saber com critério para a escolha de docentes, deixa claro que esse modelo foi copiado do programa Teachers For America, do George Bush, e afirma ter sido ele um desastre.

A entrevista desse estudioso à Carta educação, no dia 28 de março de 2017, aguçou em mim a vontade e a necessidade de reforçar a reflexão a respeito da função do professor, posta nesse momento, em contexto tão adverso e na contramão das lutas históricas dos professores pela valorização dos profissionais da educação no Brasil.

Partimos da premissa de que toda profissão carece de saberes específicos para adquirir o reconhecimento de estatuto profissional. Para tanto, recorrendo a Guathier (1998, p. 20), que afirma que: “uma das condições essenciais a toda profissão é a formalização dos saberes necessários à execução das tarefas que lhe são próprias”, indagamos: quem é o profissional do ensino? O que diferencia o educador do sujeito com “notório saber”? Read more →