PUNIÇÃO AOS PAIS QUE NÃO ACOMPANHAREM O DESEMPENHO ESCOLAR DOS FILHOS

Será este o caminho? Nossas escolas ainda não estão preparadas para trabalhar com os pais e acolhê-los como eles merecem. Além disso, não valorizam a sua capacidade de envolvimento no trabalho escolar. Por que tanto “palpite” por parte dos que não são educadores profissionais? Por que querer estender aos pais/responsáveis a punição que sempre foi dirigida aos estudantes? Punição não conduz à aprendizagem. Cabe à escola ajudar os pais/responsáveis a acompanharem o trabalho que desenvolve e não, puni-los. Não é este o caminho da educação.

 

JORNAL DA CIÊNCIA, 31/07/2015

Pais que não acompanharem o desempenho escolar dos filhos poderão ser punidos

Segundo projeto proposto pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte, os pais terão que ir às escolas pelo menos uma vez a cada dois meses, sendo que o encontro pode se dar por meio das reuniões de pais e mestres ou por de diálogo individual com os professores

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) retorna aos trabalhos na terça-feira (4) com 18 itens na pauta. Entre eles, o relatório do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) sobre o projeto (PLS 189/2012) de Cristovam Buarque (PDT-DF) que estabelece punições aos pais que não acompanharem pessoalmente o desempenho escolar de seus filhos.

Pela proposta, os pais terão que ir às escolas pelo menos uma vez a cada dois meses, sendo que o encontro pode se dar por meio das reuniões de pais e mestres ou por de diálogo individual com os professores.

Quem não cumprir a regra da presença mínima estará sujeito a uma série de sanções. Entre elas, a proibição de se inscrever em concursos públicos, receber salários caso seja servidor público, participar de concorrências na área pública e obter empréstimos em bancos e nas caixas econômicas federais ou estaduais. O descumprimento da norma também impedirá a obtenção de passaporte ou de carteira de identidade. As medidas deverão ser automaticamente revogadas a partir do retorno dos pais ou responsáveis às reuniões escolares.

– A participação dos pais na vida escolar é apresentada pelos especialistas como um dos fatores mais relevantes no sucesso escolar. A criança se sente acolhida – disse Bezerra.

 

01
Aug 2015
AUTHOR Villas Boas
COMMENTS 1 Comment