Escola ganha na justiça o direito de reprovar os estudantes dos 3 primeiros anos do ensino fundamental

IMG-20171210-WA0014

 

Escola ganha na justiça o direito de reprovar os estudantes dos 3 primeiros anos do ensino fundamental

Este assunto está sendo veiculado em jornais e canais de televisão desde a semana passada. Uma escola da rede privada de ensino de Brasília ganhou na justiça o direito de reprovar os estudantes dos três primeiros anos do ensino fundamental. Soa muito estranho uma escola reivindicar esse direito. Nunca ouvi falar de uma que reivindicasse o seu dever de promover as aprendizagens de todos os seus estudantes. Tal fato se deu porque a escola não quer se orientar pela diretriz da Secretaria de Estado de Educação do DF, segundo a qual os três primeiros anos do ensino fundamental constituem o Bloco Inicial de Alfabetização. A retenção não ocorre enquanto as crianças cursam este bloco. A reprovação poderá ocorrer ao final do 3º ano. É compreensível as escolas da rede privada não quererem aderir a essa orientação pedagógica. Contudo, uma escola usar o argumento citado não condiz com o compromisso social que todas elas possuem, de desenvolver trabalho de qualidade. Não pegou bem! Não é um bom exemplo para os professores em formação.

18
Dec 2017
AUTHOR Villas Boas
CATEGORY

Reprovação

COMMENTS No Comments

Reprovação, repetência e evasão: a mesma coisa?

Erisevelton Silva Lima
Doutor em educação e professor da SEDF

Nada melhor que a pergunta para movimentar o estado das coisas, nada pior que respostas para camuflar a dialética da vida. Foi em uma conversa dessas, de que gosto muito, com docentes das áreas específicas, que um deles fez esta provocação em meio ao desabafo. Assim disse o professor: “Ando meio cansado de ler algumas coisas que chegam à minha escola sobre o pedagógico e sobre educação, tudo igual, tudo!!! Você não acha? Por exemplo não aguento mais ouvir falar em reprovação, repetência e evasão, para mim é tudo igual, você não acha?”

Read more →

23
Mar 2013
AUTHOR Villas Boas
CATEGORY

Reprovação

COMMENTS 6 Comments